terça-feira, 24 de agosto de 2010

Macarrão Para Todos os Gostos


5 Motivos Para Comer Uma Bela Macarronada

1. É fácil de preparar.
2. Combina com várias receitas de molhos, carnes e vegetais.
3. É fonte de energia.
4. Pode ser consumido em todas as estações do ano, seja em pratos quentes ou frios.
5. É pobre em gorduras e, em muitas de suas versões, com zero de gordura trans.
Uma macarronada é uma ótima opção para quem tem pressa em preparar um prato, pois é de fácil preparo, tem vários tipos de ingredientes e formatos, ele sempre resulta em um prato diferente e delicioso. Cada 100g de massa cozida sem molho apresenta baixa caloria (a massa de sêmola tem 110 kcal e, a de ovos, 120kcl). Estudos comprovam que ele deve consumido em algumas refeições porque ele faz parte do grupo de alimentos energéticos, uma rica fonte de carboidratos. Com 11% de proteína e rico em vitaminas do complexo B em sua composição.

Tipos de Massa :


Massas Secas - As massas secas possuem grande versatilidade e universalidade, a massa que apresenta maior diversidade de tipos e formatos, dura meses bem armazenada em local sem umidade.



Entre as Massas Secas Encontramos Sete Tipos :
1) Comum - Feita de farinha de trigo e água, é a mais barata.
2) Sêmola - Com trigo nobre(tipo I), é um produto mais caro.
3) Com ovos - Tem adição de 3 ovos por quilo de farinha.
4) Grano duro - Com trigo durum fica al dente, ou seja, soltinha.
5) Integral - Com farinha integral e contém mais fibras em sua composição portanto é mais saudável. Ideal para pessoas que necessitam de dietas especiais e acompanhamento nutricionais.
6) Com Vegetais - São massas coloridas nas quias são acrescentados vegetais como beterraba, espinafre, cenoura, etc.
7) Caseira - Elaborada com ou sem ovos, feita de forma artesanal por meio da qual a massa é laminada, apresentando maior porosidade e absorção do molho.

Massas Instantâneas - Macarrão instantâneo, é um tipo
de macarrão pré-cozido, que em seu processo de fabricação é cozido, e em seguida perde a água em um processo de fritura. Por isso ao ser preparado necessita apenas de água fervendo e três minutos de cozimento, para ser consumido.


Massas Frescas - A massa fresca é feita com ovos e farinha de trigo. Elas são elaboradas com semolina de trigo, a parte mais nobre do trigo, que deixa a massa mais leve, macia, mas também al dente. Normalmente as massas frescas são produzidas através do processo de laminação. Em seguida passam por um processo de laminação. Em seguida passam por um processo de pasteurização ou de cozimento. A partir daí as massas são submetidas a um processo parcial de secagem para retirar o excesso de água absorvida na fase anterior. A massa fresca tem que ser mantida em geladeira e tem o prazo de validade muito mais curto do que as secas. A vantagem é que ela cozinha mais rápido e seu sabor é superior. Há muitas opções de massas frescas, com ou sem recheio, como ravioli, cappeletti, tagliiatelle e massa de lasanha e talharim.

Os Diferentes Formatos de Massa
Hoje no mercado encontramos uma grande variedade de formatos e aplicações do macarrão. É claro que existem indicações para uso de cada tipo, mas o que devemos levar em conta é o gosto e a preferência de cada um.

Para sopas :
. Argolinha
. Conchinha
. Estrelinha
. Letrinhas
. Fideli
. Ave Maria
. Pai Nosso

Massas Curtas :
- Caramujo - Caracol
- Concha Grande - Conchiglione
- Gravata
- Fusili- Parafuso de duas estrias
- Parafuso
- Penne
- Rigatoni
- Tortiglione
- Tubete
- Caramujo - Caracol
- Espiral - Serpentini

Massas Longas :
. Cabelo de Anjo
. Espaguete
. Fettuccine
. Fidelini
. Linguine
. Ninho
. Talharim
. Pappardelle
. Bavette

Massas de Outros Formatos - Secas, Frescas e instantâneas :
- Agnolotti - massa fresca
- Cannelloni - massa fresca
- Cappeletti - massa fresca
- Lasanha - massa fresca e massa seca
- Macarrão Instantâneo
- Ravióli - massa fresca
- Ravioloni - massa fresca
- Rondelli - massa fresca
- Tortelone - massa fresca
- Nhoque - massa fresca

Para um Preparo Correto de Massas Secas :
1. Para cada pessoa, calcule de 80 a 100g de macarrão cru. Como seu volume triplica depois de cozido, essa quantidade passará para 240 a 300g.
2. Para cada 100g de massa, o ideal é utilizar 1 litro de água para cozinhar, portanto, para cada 500g o correto é que se utilize cinco litros de água
3. Use sempre uma panela grande para o cozimento.
4. Quando a água estiver fervendo, coloque uma colherzinha de chá de azeite e uma colher de sopa rasa de sal, assim você o mantém mais solto, mais atenção não erre na quantidade do azeite, pois o excesso depois dificulta na absorção do molho pela massa. Mexer cuidadosamente nos primeiros minutos.
5. Não quebre as massas longas, ao colocá-las na água.
6. Mantenha o fogo estável do começo ao fim do cozimento.
7. A massa deve ser cozida de preferência al dente, porque se cozinhar demais, perde o sabor,a massa fica gosmenta, muitas vezes grudenta uma na outra e mais difícil para enrolar no garfo no caso das massas longas. O tempo de cozimento vem sempre indicado na embalagem o normal e que leve de 8 a 11 minutos(variando de acordo com o tipo e formato). 8. Também devemos lembrar que o cozimento continua fora da água, até o resfriamento.
9. Para saber se a massa chegou ao ponto certo, não há melhor regra que aquela de provar um fio da massa, mastigá-la para sentir sua consistência.
10. Escorra bem a massa cozida em um escorredor apropriado.
11. Depois de escorrer, não refresque a massa em água fria, faça-o somente no caso de estar preparando massas para o preparo de saladas.
12. A massa sempre deve ser servida, logo após o cozimento, ao não ser que ela vai ser usada no preparo de saladas que exige resfriamento.
13. No caso das sopas não cozinhe as massas até o ponto, deve-se retirar antes, pois ela chegará ao ponto quando acrescentada ao restante da sopa.

Dicas de Como Saborear e Servir Sua Massa Corretamente:
1) Os molhos em geral são calculados 3/4 do peso da massa, ou seja a cada Kg de massa utiliza-se 750g de molho. Essa média é mais indicada para massas longas, pois massas menores absorvem mais molho.
2) Nunca deve-se servir a massa nadando no molho. O molho é para dar sabor a massa, além de dificultar na hora de ser servida e degustada.
3) Quando for comer pratos com massas longas, comece a enrolar a massa pela borda do prato, para evitar uma garfada grande demais.
4) No caso de estar comendo uma massa longa, se sobrar um fiozinho para fora da boca, corte-o com os dentes, deixando cair no prato.
5) Usar babador para algumas pessoas na hora de comer é indispensável, outros acham ridículo. Mas especialistas em etiqueta recomendam que o mais adequado é manter o guardanapo na mão esquerda e, cada garfada, leva-lo ao peito para proteger a roupa.
6) Não coloque queijo ralado em molhos com peixes ou frutos do mar. Pois o gosto ativo do queijo altera o sabor do molho.
7) O hábito de utilizar a colher para ajudar a enrolar o espague surgiu no Brasil, pois o imigrantes deram está sugestão para socorrer o nativos atrapalhados. Mas os especialistas acham muito deselegante.
8) Mas nunca se esqueça, que devemos sempre degustar nossa massa, da forma que mais nos agrada sem esquecer as boas dicas de etiqueta.

Esse post escrevi com muito saudosismo, pois lembrei muito da minha Nona Carmella que fazia sua própria massa de macarrão em casa, cresci saboreando está obra de arte.
Espero que vocês gostem de uma boa pasta como eu, que vocês curtam e que eu consiga ajudar em alguma coisa.
Obrigado pelo carinho de todos. Abraços.

0 comentários:

Postar um comentário