domingo, 9 de setembro de 2012

Boas Razões Para Comer Ovo

O ovo é um alimento constituído por três partes : casca que é composta por carbonato de cálcio, a clara que é composta por uma mistura de água e proteínas de elevado valor biológico, principalmente por ovoalbumina, conoalbumina, lisozima e ovoglobulina e a gema que é rica em carotenóides, cerca de 34% é gordura, sendo desta 5% de colesterol


É um alimento muito nutritivo, fonte de proteínas de boa qualidade, ácidos graxos saturados e insaturados, vitaminas lipossolúveis A e D e vitaminas do complexo B e minerais destacando-se o fósforo e o ferro. A luteína e a zeaxantina são carotenóides com atividade antioxidante, presentes em alimentos de cor amarela-alaranjada, como a gema do ovo.

Estudos mostram que essas substâncias ajudam a prevenir a degeneração macular, que é a causa principal da cegueira dos idosos. A colina, também é encontrada na gema do ovo, é essencial para o metabolismo e catabolismo de lipídios, formação das membranas celulares e para síntese de acetilcolina, um importante transmissor que influência na função do cérebro, coração, músculo e outros orgãos.  

O ovo apresenta elevado teor de colesterol (397 mg por 100g) e a recomendação diária é de no máximo 300 mg por dia, ou seja, um ovo por dia já supre a quantidade de colesterol que o organismo necessita. Porém, atualmente há divergências dos profissionais da área quanto a exata recomendação diária deste alimento, pois as principais vilãs para a saúde cardiovascular são a gordura saturada e a gordura trans, e não o colesterol.

Em resumo: apesar de um alimento rico em nutrientes, apresenta elevada quantidade de lipídios e colesterol, sendo que algumas formas de preparo, como o ovo frito, aumentam ainda mais o teor de gorduras. Portanto, prefira preparações cozidas, assadas ou grelhadas.

Composição nutricional do ovo de galinha inteiro e cozido, por 100g do alimento:


Ovo cozido
Quantidade1 ovo
Água (%)75
Calorias80
Proteína (g)6
Gordura (g)6
Ácido Graxo Saturado (g)1,7
Ácido Graxo Monoinsaturado (g)2,2
Ácido Graxo Poliinsaturado (g)0,7
Colesterol (mg)274
Carboidrato (g)1
Cálcio (mg)28
Fósforo (mg)90
Ferro (mg)1
Potássio (mg)65
Sódio (mg)69
Vitamina A (UI)260
Vitamina A (Retinol Equivalente)78
Tiamina (mg)0,04
Riboflavina (mg)0,14
Niacina (mg)Traços
Ácido Ascórbico (mg)0


Três Razões para Comer Ovo

1) Controle de Peso - as proteínas de alta qualidade dos ovos contribuem para dar a sensação de saciedade prolongada e para manter a energia do organismo.
2) Redução da perda de massa muscular -  pesquisas indicam que proteínas encontradas no ovo produzem força muscular e ajudam a prevenir a perda de massa muscular em pessoas idosas.
3) Gestação saudável - a gema do ovo por ser excelente fonte de colina, um nutriente essencial que contribui para o desenvolvimento do sistema nervoso central do feto, importante para prevenção de anomalias fetais. Dois ovos provêem cerca de 250 miligramas de colina, ou seja, metade das necessidades diárias para uma mulher gestante ou amamentando.

Vou postar agora um comentário médico muito importante, pois  ele é da Sociedade Brasileira de Cardiologia, leia com atenção. 
Mas essa postagem não é o suficiente, minha dica principal é que antes de você consumir ovos com mais frequência, peça orientação ao seu médico ou nutricionista, preste bem atenção para não prejudicar sua saúde ao invés de beneficia-lá.

"Ovo é herói ou vilão? "Nem uma coisa nem outra", afirma o médico Marcus Bolívar Malachias, da SBC (Sociedade Brasileira de Cardiologia). Por cerca de 30 anos, o consumo de ovo foi desencorajado por estudos que o apontaram como vilão do colesterol alto, uma das principais causas de problemas cardiovasculares.
Mas nem todos precisam evitar essa importante fonte de nutrientes. Segundo Malachias, há pessoas que, mesmo consumindo grandes quantidades de ovo, não têm problemas de saúde relacionados ao colesterol. "Já para diabéticos, infartados e pessoas com colesterol alto, o ovo é um problema", diz a nutricionista do Incor Miyoko Nakasato.
Uma pesquisa feita em todo o país pela SBC/Funcor (Fundo do Coração) foi divulgada onde mostrou que um quinto da população brasileira tem colesterol elevado. "Essas pessoas podem comer um ou dois ovos por semana", indica Malachias.
Para Nakasato, o bom senso é uma medida eficaz para evitar o consumo prejudicial. "Quem não abre mão de comer ovo deve reduzir a porção de alimentos protéicos nas próximas refeições", ensina. A nutricionista lembra ainda que a gema de ovo onde se concentra o colesterol está presente também em receitas como bolos e tortas."

Entrevista dada a Folha de São Paulo.

Recomendo minhas receitas fáceis e práticas de omelete!

Espero que eu tenha ajudado de alguma forma, obrigado aos que me seguem e aos que me visitam. Aguardo comentários, abraços a todos.


2 comentários:

  1. Hum.... Adoro ovo
    tenho mais razões para comer agora
    e com essas receitas...
    :P água na boca

    ResponderExcluir
  2. Segundo o Dr.Lair Ribeiro, cardiologista e nutrólogo afirma veementemente que o ovo de galinha não tem colesterol e desafia qualquer pessoa a apresentá-lo um trabalho científico comprovando que o ovo tem colesterol, aqui no seu blog está sendo afirmado que o ovo tem 274mg de colesterol. Veja vídeo no youtube.
    Atenciosamente
    Severino Ferreira da Silva
    nireves.nireves@gmail.com

    ResponderExcluir